Seollal: o ano novo na Coreia do Sul!

Que no último fim de semana teve festa de Ano Novo Chinês no bairro da Liberdade todo mundo sabe, mas você sabia que não foram só os chineses que comemoraram a passagem do ano lunar recentemente?? Na última quinta-feira eu fui convidada pelo Consulado Geral da República da Coreia e pelos amigos do Banchan para conhecer um pouco mais das tradições de Ano Novo deles e hoje vou mostrar um pouquinho vocês, yay! Com direito a roupas típicas e tudo hahahahaha <3

Geralmente nos eventos do Consulado, assim que chegamos assistimos alguma aula ou palestra, para entender melhor culturalmente tudo o que vai acontecer naquela noite e no Ano Novo não foi diferente. Depois que conversamos um pouco e aprendemos a cantar uma musiquinha fofa de Ano Novo (pensei que nunca ia decorar, mas ela não saiu da minha cabeça por nada!), eles passaram um vídeo para que a gente entendesse melhor o ritual de Seollal, que ao contrário do que muitos pensam, não significa Ano Novo coreano e sim Ano Novo Lunar, que é um feriado comemorado em vários lugares da Ásia.

Felizmente, encontrei na internet o mesmo vídeo que passaram para nós para mostrar pra vocês… Nele explicam direitinho (e de uma maneira beeem simplificada) tudo o que aprendi e vivi na noite de quinta-feira, então se você ama a cultura coreana ou simplesmente quer entender melhor as fotos desse post, vale a pena assistir:

Eu nunca tinha pensado em passar o Ano Novo fora de casa, viajando… Mas achei a comemoração tradicional coreana tão bonita e cheia de significados interessantes que comecei a cogitar! Claro que o Ano Novo daqui é super legal também, mas nada melhor para conhecer outra cultura do que ver como eles fazem festinha, né?

 Na foto acima, as pessoas mais velhas da família são reverenciadas pelas mais novas e para comemorar o Seollal, após essa reverência (que foi muito fofinha, toda ensaiadinha), as crianças ganham envelopes com dinheiro. Eles falaram que é muito comum nessa época do ano os mais jovens aparecerem para uma visitinha… Muito espertinhos hahahaha.

Depois eles também reproduziram um ritual muito interessante, que é explicado direitinho no video acima, onde os adultos homenageiam seus antepassados e servem um banquete de Seollal para eles, porém infelizmente eu não consegui fotografar, chateadíssima!

Depois de conhecer toda a história, chegou a hora de colocar a mão na massa e aprender na prática como se faz uma sopa de tok, massinha de arroz muito comum na Coreia e principal prato do Ano Novo! Geralmente eu não sou muito fã de tok porque acho que a versão com pimenta não tem gosto de nada #sinceridades, mas amei a sopa, ela é leve e muito gostosa, é o tipo de comida que dá vontade de comer quando a gente tá meio mal e precisando ficar fortinho. Achei legal porque fui fazer compras no Bom Retiro essa semana e realmente… Todos os mercados tinham o tok já fatiado! É a nossa versão do Chester na ceia.

Adoro usar as roupas típicas, acho elas muito fofas, então sempre que vou em eventos que pode tirar fotos com elas, arrasto todo mundo, nem o Rafael Cobo escapou!

Geralmente, nos eventos do Consulado que tem comida envolvida no processo, há uma oficina para aprender a fazer kimchi, o que é muito legal! Às vezes eles trazem chefs diferentes da cozinha coreana e acabo aprendendo muito com cada um deles, é muito interessante e divertido! O kimchi eu já sei fazer de velha, mas como nos eventos a gente sempre leva pra casa o que faz lá, sempre faço pra renovar o estoque!

Teve oficina ensinando a preparar a sopa de Ano Novo também.

Teve também apresentação de SamulNori, que é uma música folclórica coreana que mistura acrobacias, dança e rituais, que eram tradicionalmente realizados em aldeias agrícolas de arroz para dar sorte, assegurar boas colheitas e comemorar quando elas ocorriam. É uma coisa um pouco barulhenta, mas gosto de assistir porque parece difícil e cansativo, sem falar que acho interessante existirem grupos tão típicos aqui no Brasil.

Por último tivemos um jantar de ano novo! Além da sopinha, rolaram muitos pratos deliciosos e até alguns que eu nunca tinha experimentado… Tem coisa que eu mais gosto do que comidas diferentes?! <3

Foi uma noite muito gostosa! Além deles terem me permitido levar acompanhantes que fizeram toda a diferença na hora de comemorar o meu Seollal (obrigada!), foi incrível aprender mais sobre a cultura coreana com quem mais entende do assunto! Vocês gostam quando eu conto um pouco sobre os eventos que frequento?? Posso fazer mais posts sobre eles se quiserem, adoro dividir o meu dia a dia com vocês! Beijos e até amanhã <3

9 Comentários sobre Seollal: o ano novo na Coreia do Sul!