Princesa e exótica: descubra meus dois lados!

19 de dezembro de 2014

Eu adoro coisas fofas, filhotes bonitinhos, desenhos engraçados, unicórnios, pelúcias macias, cor de rosa, vestidos bufantes e claro… Se tudo isso puder ter um pouco de glitter, fica ainda mais a minha cara! Talvez eu seja mesmo uma princesa moderna, como as minhas amigas falam e provavelmente eu nem seja tão moderna assim, sou muito mais princesa, né? Hahahahaha <3

Mas como tudo nessa vida tem dois lados, não é só fofura e purpurina que fazem a minha cabeça! Se tem uma coisa que me faz trocar todo o meu lado fofo e tranquilo por aventura, é a oportunidade de experimentar comidas exóticas. Acho que nunca conversei muito sobre como isso surgiu na minha vida, mas desde que eu tinha uns 8 anos de idade, enquanto meus coleguinhas diziam que sonhavam ir para o espaço ou trabalhar na polícia, eu sempre dizia que o meu sonho era ir para a Ásia comer espetos de insetos e outros alimentos inusitados, acreditam? E o melhor é que provavelmente os meus amigos desistiram de trabalhar na polícia ou de ser astronauta, mas eu nunca me esqueço das comidas exóticas e estou sempre atrás de conhecê-las mais e mais!

A comidinha exótica que eu trago hoje pra dividir com vocês (ou comer sozinha mesmo, geralmente ninguém quer, né?) é o famoso ovo centenário, que muita gente fala por aí e exatamente por isso me despertou tanta curiosidade! Ovo centenário, também conhecido como “ovo preservado” e “ovo de cem anos”, é um ingrediente da culinária chinesa que é feito pela conservação de um ovo de pato, galinha ou ganso em uma mistura de argila, cinzas, sal, cal e amido de arroz, por diversas semanas, ou por meses, dependendo do método de preparo… Então ao contrário do que muita gente pensa, ele não tem de fato cem anos.

Eu nunca tive problemas com ovos e nem consigo sentir o tal cheirinho característico que muita gente reclama, então talvez por isso no meu caso tenha sido mais fácil experimentar essa iguaria, né? Mas assumo que na hora de partir ao meio, o cheiro é bem forte, acho que é por isso que tanta gente acaba desistindo de experimentar! Eu achei ele gostosinho, não é a melhor comida do mundo, mas comeria de novo quantas vezes fossem necessárias e pra falar a verdade acho que deve ficar bom em uma sopinha. O gosto lembra um pouco o de queijo, como eu amo queijo, o saldo foi bem positivo e fiquei muito feliz de colocar mais um item na minha listinha de coisas que já experimentei.

O engraçado é que os meus dois lados ficam em evidência no meu dia a dia e isso às vezes me faz refletir sobre os dois lados de tudo o que me cerca, para aprender a balanceá-los no meu dia a dia e tirar sempre o melhor de cada situação, seja na minha vida profissional, pessoal e até mesmo em pequenos detalhes, como nos produtos que eu uso e como eles interferem no meu cotidiano. Um exemplo disso é o novo NIVEA Powder Comfort entende que, assim como nós, ele também precisa ter dois lados, por isso oferece 48 horas de proteção com alta performance, mas sem abrir mão de toque seco e com um cheirinho delicioso de talco suave e feminino como a gente adora. Não tem combinação melhor para um desodorante, né?

Para mostrar que toda mulher tem dois lados, a NIVEA produziu a série “Suaves Poderes” que traz três mulheres e suas dualidades. Uma delícia de ver e mais do que tudo, se inspirar:

Nina Keller é maquiadora, mas também triatleta. Já a Patrícia Ribeiro é violoncelista e atleta de CrossFit e a Aloice Secco é Apicultora e terapeuta da luz!

Gostaram de saber um pouco mais sobre meus dois lados? Mil beijos e até amanhã <3

PS: esse post é um publieditorial.

3 Comentários sobre Princesa e exótica: descubra meus dois lados!