5 Jogos Essenciais Para Sua Festa

Quando a gente compra/ganha um videogame novo, fica com ciúmes dele por um bom tempo. Não deixa nenhuma criança encostar nele e a regra vale para amigos alegres em dias de festa também. Mas como agora o videogame de todo mundo já ta velhinho, todo mundo pode jogar wii junto sem ter tanto cuidado assim, por isso eu fiz uma lista de jogos que não podem faltar para você se divertir com a galera toda, experiência própria!

 

WarioWare: Smooth Moves

Um dos jogos que mais alegrou os Dela Rosa na historia dos videogames com sensor de movimento. Smooth Moves traz 200 minigames rápidos e divertidos em que o jogador (quase nunca familiarizado com os comandos do jogo, que mudam toda hora) tem poucos segundos para completar os desafios que incluem situações absurdas como equilibrar uma vassoura, enfiar o dedo no nariz e fazer uma fritada com a frigideira. Wario Ware: Smooth Movies é um dos jogos mais divertidos já lançados para Nintendo DS e agora ficou muito mais legal, com a versão humilhante para Wii.

A historinha é muito engraçadinha: andando ao redor de Diamond City, Wario acidentalmente descobre um velho templo chamado Temple of Form. Dentro desse templo ele encontra um tesouro místico, chamado de Form Baton (o seu controle do Wii), que ele não sabe exatamente para que serve. Depois de encontrar esse tesouro, a todos os habitantes da cidade começam a inventar um novo uso para o Form Baton e ficam brigando entre si para ver quem está certo.

Porém você mal vai reparar essa lenga lenga toda, porque os minigames duram cerca de 5 segundos cada, então você vai estar muito louco para ganhar.

 

Super Monkey Ball

Há umas duas semanas atrás fomos na casa de um casal de amigos nossos jogar xbox360 e descobrimos o maior sucesso da atualidade: super macaquinho bola. Desbancou todos os jogos de futebol ou basquete e lutinhas, mesmo que a maioria do publico presente fosse masculino. No jogo você incorpora um macaco que deve ir atrás de cachos de bananas em cenários com caminhos estreitos e muitas surpresas, o detalhe principal do jogo é que os macacos estão dentro de bolhas de plástico e qualquer curvinha ou inclinação já deixa a bolinha mais rápida do que nós mortais podemos controlar.

No início as tarefas são simples e fáceis, mas na terceira fase já está super difícil e o controle provavelmente passará pela mão de todos os seus amigos até que enfim consigam passar de fase. Vale a pena destacar o melhor jogador da rodada, o invicto Antonio Carlos Sandoval Pedro.

 

Rayman Raving Rabbids

Não entendo a razão das pessoas ainda pagarem academia quando tem wii em casa. Com um mês da mensalidade você garante exercício freneticamente aeróbico pelo resto da sua vida e nem vai precisar comprar roupas de ginástica, já que você deve ficar mais engraçado de pijama mesmo.

Nesse jogo, coelhos malucos gritando invadem a terra e seqüestram o Rayman, personagem mais sem graça dos últimos tempos, que definitivamente não merece destaque algum nem mesmo nesse jogo. Para vencer os coelhos malucos o bonitão vai precisar passar por umas 4 provinhas, até conseguir ir para o desafio da semana, onde estão algumas das fantásticas fases musicais – que funcionam na lógica dos jogos de tapete ou mesmo “Guitar Hero”, com o jogador acompanhando o ritmo com o controle. As musicas são famosas tipo “Misirlou”,”Good Times”, “Girls Just Want to Have Fun” e “La Bamba”.

Tirando as instrumentais, é claro, todas são cantadas pelos coelhos! É bem engraçado. As provas musicais são as mais tranquilas, prepare-se para se cansar muito e gastar 40 bombinhas de asma.

 

We Cheer

Como não inventaram esse jogo antes? Fica a grande duvida. Nesse, os seus wii motes viram super pompons de cheerleader (aquelas lideres de torcida americana) e você vai ter que se esforçar muito para chegar a ser destaque na sua coreografia.

A parte mais estranha é que eu conheço muitas pessoas que amam esse jogo, que viciaram e não pararam de jogar até fechar ele e dançar todas as musicas e… São todos homens. Então liberta a cheer que tem dentro de você e arrasa que vai ser um sucesso nas festas de todo o país.   Game que mistura música, ritmo e movimentos com os controles sensíveis a movimentos do Wii. O objetivo é tornar-se uma lider de torcida. Para isso você deve fazer os movimentos coreográficos, no ritmo certo, segurando o Wii Remote.

Além da dança, é possível você customizar sua própria cheerleader, mudando o seu cabelo e os uniformes da equipe, que incluem também pom-poms, os sapatos e etc, que vão destravando conforme o seu avanço no jogo. Existe também outro modo de jogar dentro do We Cheer chamado workout, aonde ele calcula quantas calorias você perde executando a sequência de exercícios propostos pela cheerleader, hahahahaahah.

Algumas das músicas disponíveis para dançar no jogo são Walking On Sunshine (Aly & AJ), Push It to the Limit (Corbin Bleu), Eye Of The Tiger (Crew 7), Come Clean (Hilary Duff), That’s the Way (I Like It) (KC and the Sunshine Band), Born for This (Paramore) e Jump (Simple Plan).

 

Wii Play

Assim como “Wii Sports”, “Wii Play” usa os Miis, avatares personalizados do console. Seja no modo para um jogador ou no multiplayer, antes é preciso liberar todos os minigames – ao jogar o primeiro, o segundo fica disponível e assim por diante. Ao chegar ao último, cada um dos nove minigames pode ser acessado na ordem e quantidade que o jogador desejar. Esse jogo acho que todo mundo tem, porque teve uma época que ele vinha com o Nintendo Wii, mas raramente vejo o pessoal jogando e percebi que algumas pessoas nem se deram ao trabalho de destravar todas as provinhas, o que é uma pena porque é muuuito divertido, são elas:

  • Tênis de mesa: ping-pong que reconhece super bem os movimentos do seu controle. É muito divertido, nem sei quantas horas da minha vida passei jogando isso com o Diego Quinteiro.
  • Pescaria: muito fofo, meio estilo festa junina, é legal demais pescar os peixinhos. Tem horas que aparece um peixe no centro da tela e ele dá mais pontos, é uma loucura pra pegar ele, hahaahah.
  • Encontre o Mii: aparecem na tela dezenas de Mii, realizando as mais variadas tarefas (pulando, andando, correndo, entre outros) e você tem que achar o que ele ta pedindo. Muuuito legal e frenético, meu favorito com certeza. As vezes eles são iguais, só muda o óculos, ou o lado que ta olhando, a perna que ta na frente na hora de andar, é sensacional. Recomendo demais essa provinha.

  • Pose Mii: o jogador tem que utilizar o Wii Remote para colocar o seu Mii dentro de uma bolha, nessa bolha o jogador pode rodar o Mii, e encaixá-lo na posição de ângulo que melhor achar. Se o Mii não tiver corretamente colocado dentro da bolha ele cai no chão, e o jogo termina, ou seja…. Lorpas.
  • Shooting: legal demais, sou muito boa nesse. Tem umas latas, uns pássaros e uns alvos pra você atirar e ir acumulando pontos. Cuidado, não vale atirar na própria cara!

  • Sinuca: os jogadores utilizam nove bolas de sinuca, assim como no jogo tradicional. Utilizando o Wii Remote o jogador deve acertar o maior número possível, também como o original, ou seja, é bem fiel. A física dele também é, os movimentos são bem feitinhos e é um jogo legal pra quando você não quer pensar muito, sem atividades frenéticas.
  • Charge!: cada jogador anda em uma vaca utilizando o Wii Remote, e deve percorrer o maior percurso possível se livrando dos obstáculos que aparecem no caminho. Então ele é bem divertidinho e fofo, mas você não vai querer jogar mais que 3 vezes seguidas, não mesmo.

  • Tanks: neste mini-game, o jogador controla o tanque com o analógico e mira com o Wii Remote, e pode atacar com minas e o canhão. Pode ser jogado no modo cooperativo. O jogo consiste em 20 missões com dificuldade progressiva e é muito chato e difícil. Talvez meninos gostem, devem gostar.
  • Laser Hockey: meio sem graça, se o seu controle tiver um pouco velho vai bugar tudo.

 

Acho que todo mundo que tem Wii deveria deixar o friend code pra eu adicionar e a gente jogar Mario Kart Juntos <3 Eu iria amar muito, hahahaah.

Sexta feira sai o resultado do sorteio do Ovo de Páscoa Kit Kat: dá tempo de participar ainda, corre lá. Beijo!

Frango Xadrez

Quando eu era criança, meu sonho era morar sozinha para comer frango xadrez todo dia. Bem… eu não moro sozinha, então faço no máximo uma ou duas vezes por semana, senão o Raoni vai enjoar dessa que, sem duvida alguma, é uma das minhas comidas favoritas (junto com shabu shabu, claro).

Além de ser um dos jantares mais rápidos e fáceis de fazer nessa vida, ainda tem um toque charmosinho, já que muita gente acha que só dá pra comer isso ligando pro China in Box. Modéstia a parte (hahahahaah) acho o meu bem mais gostoso do que o de qualquer restaurante chinês que eu já comi, mas gosto é gosto, então pra saber se eu estou certa e o nosso gosto combina (~romance no ar~) você vai precisar fazer a minha receitinha.

Para servir 3 porções bem fartas, você precisará de:

  • 1 peito de frango pequeno (300gr de filé);
  • 2 cenouras pequenas;
  • 2 cebolas médias;
  • 2 pimentões;
  • 1 saquinho de amendoim (no Maximo 75gr.);
  • 5 col. de sopa de açúcar;
  • 150ml. de shoyu.

 

A primeira coisa que você deverá fazer é cortar todos os ingredientes. Limpe bem o frango, sem peles, ossinhos ou qualquer outro treco não delicioso que venha com ele e corte-o em cubos, pedacinhos mesmo. O maior não pode ter mais de 3cm, assim todos estarão cozidos igualmente e você não vai passar vergonha na frente das visitas hahaahah.

A cenoura você vai descascar de leve, com o lado sem corte da faca mesmo, e cortar em rodelinhas não muito finas. O pimentão você vai tirar todas as sementes e cortar em tiras, ou em quadrados (como eu prefiro).

Aproveita e já corta as cebolas também, pode cortar só em quatro que ela desmonta sozinha no cozimento, mais pratico não tem <3

Eu te recomendo fazer essa receita em uma frigideira grande, de preferência uma wok. Se você não tiver, faz na panela mais fina que você tiver e fica mexendo de vez em quando pra não queimar. Na wok a única hora que você vai mexer é pra misturar as coisas e servir mesmo, compensa muito. Compra uma pra você quando der, na Etna vende uma ótima por R$ 19,00, eu tenho dessa, YAY!

A primeira coisa que você vai fazer é colocar um fio de óleo na sua panela e antes dele esquentar, colocar o açúcar. Deixa ele lá parado, até virar um caramelo. Talvez algumas beiradas comecem a queimar antes de todo o açúcar derreter, mas essa queimadinha é uma delicia, então começou a queimar coloca o frango e a cebola, mesmo se tiver açúcar branco ainda.  Mexe um pouquinho só pra tirar o caramelo do fundo e ele não queimar INTEIRO, né. Ninguém come frango puxa-puxa, amiga, mas deve dar certo também, hahahahaha.

Abafa com alguma coisa, pra dar uma cozidinha no frango e na cebola, ao invés de fritar. A tampa da minha espagueteira serve pra isso, não é do mesmo tamanho mas tampa se a wok não estiver muito cheia, uso ela mesmo kkkkk. Minha mãe quando tem que fazer uma quantidade grandona tampa a wok com forma de pizza, então qualquer coisa vale. Deixa abafado uns 5 minutos em fogo médio. Depois disso, coloca a cenoura e o pimentão também, dá uma misturadinha pra pegar o gostinho doce do caramelo e abafa de novo, por uns 10 minutos. 

Agora chega de abafar, aumenta esse foto até o talo porque a gente precisa fazer toda essa água do frango e dos legumes, secar. Não deve demorar muito, mas espera paciente. Assim que a água secar você coloca os amendoins e o shoyu e…. Espera secar de novo, hahahaha. Dessa vez nem precisa secar muito, porque se ficar um caldinho é gostoso pra comer com o arroz. Mas tem que ser pouco caldinho mesmo, bem menos de 1 dedo no fundo da frigideira, precisa secar bastante pra ficar com a textura certa, paciência.

Secou tá pronto, mas se eu fosse você eu experimentava antes de comer, assim você só serve depois de ter certeza que esta adocicado do jeito que você gosta. Se achar muito doce, coloca um salzinho mesmo, deve ser pouca coisa pra chegar no seu gosto.

Vocês vão fazer? Tô aceitando marmitex, hahaahah. Brincadeira, faz sim porque é uma delicia, bem mais gostoso do que fotogênico, prometo.

E participa do sorteio do Ovo de Páscoa Kit Kat, sexta sai o resultado! Beijo.

PS: As fotos da festa ficaram péssimas porque acabou a bateria no meio da receita, então tive que acabar de fotografar com o iPad… me desculpem <3

Children e Por Favor Cuide da Mamãe

Semana passada, assistimos um filme que há muito tempo me indicavam e eu não achava em lugar algum. Achei…. No HD da televisão da minha mãe, ou seja não tenho exatamente uma dica de locadora, mas sei que a internet deve ajudar vocês, meio que ilegalmente hahahahah.

Tem três fatores que me atraem muito em filmes: ser um drama, ser coreano e ser um fato real, portanto ‘Children‘ foi um prato cheio, cuidado chorões.

 O filme começa mostrando 5 crianças coreanas fofinhas e educadas, saindo de casa para brincar de caçar rãs. Elas vão para o bosque das redondezas e… Desaparecem.

A narrativa do filme gira em torno de um produtor de TV meio malvado, ele fez um documentário sobre alces que morrem de fome em seu habitat natural, porém os alces só morriam porque ele tirava toda a comida deles, hahahaha (não é engraçado, ok). Então ele foi transferido para uma emissora bem menor, numa cidade de interior, que ~por coincidência~ é a cidade onde as crianças desapareceram, tanto que ele resolve investigar profundamente o caso, pra ver se bomba com um documentário não tão maldito dessa vez.

O produtor de TV conhece um professor universitário muito importante e conceituado, que tem várias teorias e estudos sobre possíveis resoluções para o caso das crianças, mas ele era discreto e ficava na dele, então o produtor de TV precisou se esforçar pra caramba até convencê-lo a levar suas hipóteses a frente e fazer denuncias para a polícia.

Gente que impressionante! Não tem como adivinhar o desfecho desse filme mesmo, o produtor é muito inteligente, o professor também e eles te convencem demais, você nunca sabe quem está certo e não faz idéia do que aconteceu até que de fato o filme mostre. Recomendo muito porque prende demais a sua atenção e ainda pode virar um super assunto no seu dia a dia, afinal além de ser baseado em um triste caso real, você acaba aprendendo várias coisas sobre a legislação coreana… que é meio maluca.

Não vou contar o final do filme, claro. Mas o que mais me chocou, com certeza foi o fato dos ossos das crianças só terem sido encontrados 10 anos após a morte delas, quando seus pais finalmente tiveram resposta sobre o caso. Infelizmente o responsável por todo ocorrido e tragédia não foi preso e ficou numa boa, mas é uma historia muito impressionante e sensibilizadora, com certeza um filme excelente.

Outra indicação que eu tenho pra fazer hoje é o livro “Por favor cuide da mamãe”, que também fala sobre um desaparecimento, também ocorrido na Coréia do Sul. Com certeza um dos lançamentos mais envolventes e que me despertou curiosidade de imediato, simplesmente fiquei muito curiosa e me senti envolvida pela trama, que é ~delicadamente dramática~ e curiosa ao mesmo tempo.

 

Trata-se da historia de Park Sonyo, uma senhorinha de 69 anos e mãe de cinco filhos. Quando ela chega em Seul para visitá-los, saindo de sua aldeia com o marido, com quem é casada há mais de 50 anos, ela é deixada para trás no meio da bagunça lotada estilo praça da Sé as 18h, em uma plataforma da estação de metrô. Como o marido relapso sempre teve mania de deixar a esposa pra trás e ir andando, ele não percebeu a ausência dela, tadinha. Essa é a última vez em que Sonyo é vista. Seus familiares então começam a procura-la freneticamente, o que se transforma em uma exploração emocional cheia de remorso, já que o passar dos capítulos nos deixa a mensagem que de fato, nenhum dos familiares tão próximos a ela, a conheciam realmente, seus gostos, seus sentimentos etc. Tenho uma ligação muito estranha com idosos, então imagina só COMO eu fiquei abalada, né.

“Narrado pelas vozes de uma filha, de um filho, do marido e da própria mulher desaparecida, Por Favor, Cuide da Mamãe é, ao mesmo tempo, um retrato da Coreia do Sul contemporânea e uma história universal sobre família e amor.

O livro começa com Park Sonyo desaparecida há uma semana e os filhos sem saber o que colocar no folheto de descrição da desaparecida, hahaha ó o naipe da má criação.. Mamãe, como é chamada durante todo o livro, tinha ido do interior à capital para comemorar o aniversário ao lado dos filhos tão ocupados. Daí começa todo o processo ~muito chatiado~ do livro, primeiramente com a filha mais nova, escritora de sucesso que nunca se preocupou em ler seus livros para a mãe analfabeta, depois com o primogênito, que teve uma educação superior a de seus irmãos e se mostrou uma promessa não cumprida, sem faltar claro o marido relapso que deve ter virado uma ferida de tanto acumular mágoa, né.

A autora coreana Kyung-Sook Shin ganhou por este livro o premio Man Asian Literary Prize, um dos mais importantes do oriente (foi no começo do mês!). Ela foi a primeira mulher a conseguir o prêmio, e já escreveu 16 livros, que estão sendo aos poucos sendo traduzidos para o inglês e depois devem chegar aqui também, né? A Intrínseca deve lançar também <3

Como termina o livro obviamente não contarei também, só falo que o ultimo capitulo é contado pela própria Mamãe – é o único em primeira pessoa. Ou seja, daí você fica sabendo se tudo aquilo que tentou adivinhar estava realmente certo.

Está em promoção no submarino, por R$ 22,90. Não ta de graça, mas considerando que lançou há tipo, um mês, ta super barato! Acho que você deveria comprar pra ler.

Também acho que você precisa participar do sorteio do Ovo de Páscoa Kit Kat, afinal sexta feira sai o resultado. To muuuito curiosa, hahahaahah. Beijo!