O Mercado

Todo mundo gosta de comer bem e estar sempre por dentro das novidades dos chefs super badalados, isso já não é novidade. O que realmente é noticia das boas para quem curte uma comidinha da moda e não pode pagar um super preço para jantar luxuosamente antes de ir na boate (ou antes de passar a madrugada vendo televisão, como eu, rs) é que os restaurantes mais legais do Brasil estão se unindo para mostrar um pouco do seu trabalho a preços super acessíveis e em um ambiente pertinho da nossa casa (ou pelo menos da minha!).

Amanhã a noite, alguns dos grandes chefs de cozinha de São Paulo, estarão reunidos em uma feirinha, cada um com a sua barraca preparando direto para o público as suas especialidades. A idéia é que eles façam este encontro uma vez por mês, com rodízio de restaurantes participantes e que aos poucos, levem este evento para outras cidades. Mas claro que para isso acontecer, esta primeira edição precisa dar certo e conta com a sua ajuda e o seu estômago, como visitantes cativos e deliciosamente bem alimentados. Olha só quem vai atender lá esta noite e principalmente, o que cada um irá vender:

  • Alexandre Leggieri  – Cannoleria (cannolis);

  • Carlos Ribeiro  – Na Cozinha Restaurante (buraco quente, que nada mais é do que eufemismo para sanduíche de carne louca);

  • Checho Gonzales – Cebicheria Gonzales (anticuchos e ceviches);

  • Dagoberto Torres – Suri Ceviche Bar (arepas);

  • Deepali Bavascar – Sabores da Índia (samosas vegetarianas); 

  • Henrique Fogaça – Sal Gastronomia (sanduíche no pão ciabata com carne seca desfiada, azeite de gengibre, queijo de cabra, tomate e rúcula), mil palavras valem mais do que uma imagem, assume;
  • Janaina Rueda – Bar da Dona Onça (arroz de puta rica); 

  • Lourdes Hernandez – Casa dos Cariris (tacos e enchiladas);

  • Marcos Carnero – Pão filosófico (pães);

  • Pipa – Comida de Papel (hambúrgueres); 

  • Rene Aduan Jr. – Alma Rústica Gastronomia (defumados e hidromel);

  • Daniela Bravin – Bravin (vinhos e coquetéis);

  • Tibira – Caos (coquetéis).

 

Nesta edição, O Mercado terá a exposição do acervo da Galeria Vermelho e também algumas intervenções artísticas, como projeções, sets musicais e outras atividades que valorizam a cultura de rua. Particularmente é uma coisa que eu não sou muito fã, mas talvez seja legal, saberemos amanhã, né.

O Mercado:

  • Data: 21 a 22 de Abril de 2012.
  • Horário de funcionamento: das 24:00 as 5:00.
  • Local: Pátio do restaurante Sal Gastronomia (Rua Minas Gerais, 352 – Higienópolis).
  • Valores: Comidas e bebidas com valores de R$ 5,00 a R$ 25,00.

Eu estou contando os dias para ir desde que saiu a primeira noticia de que estava sendo organizado algo do gênero, portanto certamente não perderei e experimentarei de várias barraquinhas, hahahaha. Quem for avisa e se alguém me ver, seja simpático. Beijo <3

Nenhum Comentário sobre O Mercado

Nenhum Comentário sobre O Mercado