Gyoza na Feira da Liberdade

Sabe quando você vive o mês inteiro, 30 dias incríveis e inesquecíveis da sua vida e o seu salário dura o suficiente para todos eles? Então, eu não sei! Sério, pra mim é magia, feitiçaria, tipo bruxaria. Sou uma pessoa muito metódica e maluca pra organizar as coisas, na minha agenda eu marco até quanto tempo vai durar o comercial do programa que assistirei caso saia mais cedo do trabalho, é muita hipótese e paixão por projeto. Mas com dinheiro isso não funciona, infelizmente. Sempre chega dia 20 e eu tenho que remanejar todos os planos porque gastei mais do que deveria, com alguma coisa que ainda não sei qual é.

Eu fazendo freela com meus amigos.

Tinha uma época que eu acreditava piamente que 20% do meu salário ia em catupiry… Eu tava certa! Não é horrível? Agora eu acho que vai em acelga, porque quase todo dia eu compro uma nova, daí eu uso uma parte, ou nem chego a comer salada de acelga, no dia seguinte compro outra e nessa o meu financeiro se vai em 4mil compras de 2 reais hahahaha #frustrante.

Espero sinceramente que você não sofra desse terrível mal, mas se você também fica na pior quando chega o final do mês, tenho uma dica incrível para o seu domingo: vá ao bairro da Liberdade e coma a melhor gyoza da sua vida, por R$ 3,50!

Gente, eu odeio gyoza! Passo longe quando vou comprar bentô ou jantar em japoneses e chineses que tentam desesperadamente me fazer comer essa massa com carne esquisita para que ao invés disso, eu não coma 9 temakis (baseado em fatos reais). Eu não sei por que vocês odeiam a carne moída do Habibs e comem essa borbulhando estilo, serião.

Mas, tudo mudou quando eu comi pela primeira vez a gyoza da feirinha da liberdade, é uma das minhas comidinhas favoritas <3 A massa fininha e grelhada na hora, forma uma trouxinha perfeita para a carne de boi misturada com de porco mais bem temperada que eu já comi nas bandas orientais! Se você nunca experimentou, precisa provar!

Como se a gyoza já não fosse perfeita suficiente, eles ainda deixa no balcão muitos molhos e acompanhamentos pra você turbinar o seu lanchinho, NHAMMY! Eu recomendo o shoyu apimentado, que quase não tem pimenta e vem com várias cebolinhas crocantes junto. O agridoce deles também é especial, talvez seja até fabricação própria, porque tem uma textura muito melhor do que qualquer outro que eu já comi, ou seja, tem que experimentar também.

A barraca tá sempre muito lotada, mas não se assustem, porque eles são muito organizados e lá a ordem de atendimento é por senha. Um dos únicos lugares que são lotadíssimos e mesmo assim o bom senso predomina, porque sempre dá pra você pegar seus molhos na maior tranquilidade.

Se você amar a gyoza aproveita, porque se você comprar 10 unidades, tem promoção e você ganha mais duas, hahahaha #gordinha. Essa mesma barraca também vende nikuman, que é um pãozinho assado no vapor e recheado de frango, vaca ou porco. Vejo muita gente comendo e deve ser incrível também, mas nunca consegui experimentar porque me empanturro com muitas gyozas, sinceramente hahahah. 

Curtiu a dica baratinha para o final de semana? Tem outra? Manda pra cá! Eu vou num aniversário que é festa a fantasia e o tema é circo hahahaha, vou de coelho da cartola do mágico… Tô ficando louca? Espero que não! Beijo <3

17 Comentários sobre Gyoza na Feira da Liberdade