Garganta do Diabo

Yay, tinha prometido mais um post sobre os passeios que fiz em Puerto Iguazú e até que ele chegou rápido, né? Agora que estou com todas as fotos da viagem fica mais fácil, porque tinha passeio que a gente esquecia de levar câmera, então meu padrasto que registrava os passeios. Como eu disse no post sobre petisquinhos e passeios mais baratinhos, essa foi a segunda cidade que eu mais amei conhecer nas férias, a primeira foi Treze Tílias, mas acho que ganhou o posto só porque eu amo comida alemã e adorei a galera da cidade, porque em termos de atrações turísticas, comidinhas e passeios, a cidadezinha da tríplice fronteira argentina não fica nada atrás.

Carinha animada de “não aceitam reais e não passam cartão nesse lugar” do meu padrasto.

Família de ladrõezinhos reunida!

A principio, nós fomos para Puerto Iguazú para conhecer o lado argentino das Cataratas, que todo mundo dizia ser mais legal que o brasileiro e meu padrasto ficou realmente empolgado. Eu gostei bastante do Parque Nacional das Cataratas do Iguaçu, no Brasil, mas apesar de achar a estrutura dele encantadora e bem cuidada, acho que se tivesse que escolher apenas uma pra visitar, ia preferir conhecer as cataratas pelo lado argentino, pelos seguintes motivos:

  1. A vista é mais bonita;
  2. Tem muito mais quatis;
  3. A comida é mais cara, mas é um hábito entre os locais levar almoço de casa;
  4. As aranhas sabem se esconder melhor (aloca hahahaah);
  5. Dá pra fazer passeios incríveis por lá, porque existem muitos caminhos e trilhas;
  6. Andar de trenzinho é divertido;
  7. Se você quiser voltar no dia seguinte, paga meia entrada;
  8. É um pouco mais vazio que o lado brasileiro;
  9. Tem umas aves muito maneiras que não têm medo de humanos e são fotogênicas.

Tá esses são só alguns dos motivos que pessoas sem conhecimento de turismo ecológico como eu conseguem captar com uma visita hahahaha. Agora a parte chata: custa o dobro do preço (120 pesos por pessoa!!) e eles não aceitam cartões nem reais na entrada, apenas pesos mesmo. Mas não tenho do que reclamar, porque faltavam 8 pesos pra completar os 480 das nossas entradas (eu, minha mãe, meu padrasto e o Raoni) e as fofas da bilheteria deixaram a gente pagar a diferença em reais, yay.

Assumo que o dia em que fizemos esse passeio foi um dos mais cansativos, mas também, depois de pagar 120 pesos pra entrar numa parada, você fica com vontade de fazer tudo o que ela proporciona, né? Então andamos muito, de gastar sola do meu lindo sapato mesmo! Como em todos os outros passeios que fizemos, cometemos o erro de não levar lanche ou água, então por favor: LEVEM. Lá só tem coisas meio caras e nada tão substancial como nas cataratas do Brasil, então acabei passando a tarde comendo biscoitos recheados de R$ 6 o pacote, mas uma vez na vida e outra na semana que vem não mata ninguém também, mas vale a pena ser mais sensato.

Algumas pessoas cometem o erro de pegar o trem e descer em todas as paradas, pra conhecer por último a Garganta do Diabo, mas com essa brilhante ideia seu tempo pode ficar meio apertado no fim do passeio e você pode acabar com pressa na atração mais legal. Eu não curto muito essas paradas de natureza e de ficar observando água bater na pedra, mas a coisa lá é realmente muito maneira! Acho que é um dos lugares mais bonitos que já conheci e dá pra ficar muito tempo observando a ação da natureza hahahaha. Só que nem pense em fazer alguma coisa que precise de beleza depois, tá? Porque fica uma garoa grossa o tempo inteiro e você vai sair de lá querendo lavar o cabelo em um delicioso banho quentinho.

Perdi a conta de quantas fotos eu e meu padrasto tiramos um do outro imitando o NYAN CAT hahaha. Pior é que a gente demorava um pouco até conseguir ficar na posição perfeita, com o sol batendo na água e formando o arco-íris. Foram momentos engraçados, daqueles que eu não repetiria na rua da minha casa, na frente dos vizinhos.

Depois de todo o passeio e de muito cochilo no hotel, o Raoni estava na fissura por comer um bom bifão preparado com as tradições argentinas. Meu padrasto já tinha comido vários em outras viagens e ficou descrevendo de forma com que o Rall ficasse hipnotizado só de pensar no jantar hahahaha. Pesquisamos bastante no 4square e no Tripadvisor e no fim das contas o mais famoso da cidade era El Quincho del Tio Querido, o que na verdade é um nome bem engraçado pra um restaurante, né?

Essa noite do jantar foi meio problemática, porque a gente desbloqueou o cartão do banco e o gerente disse que era só viajar e arrasar, mas quando chegamos lá percebemos que os cartões não estavam desbloqueados coisa nenhuma e pra desbloquear pelo telefone ia demorar 3 dias, exatamente o tempo que a gente passaria lá, fuén! Pro dia seguinte sacamos dinheiro num caixa internacional, mas naquela noite, lidamos com um valor fixo que poderíamos gastar… O que na verdade foi bem fácil! A fachada e a fama do restaurante impressionam muito, mas pedimos bebidas, vários cortes de carne (que eu desconheço o nome porque não manjo muito) e pra acompanhar, as melhores batatas que eu já comi na vida! Elas eram bem macias e com muito alho frito e especiarias, bem temperadinha mesmo e levemente amanteigada… Foi uma das melhores carnes que já comi, mas da próxima vez que eu for lá (quero muito voltar nessa cidade!), vou pedir muitas batatas e mais batatas pra viagem e um vale batatas pra presentear amigos hahahahaha aloca. Não me lembro direito quanto deu a conta, mas foi algo em torno dos R$ 150, o que pra um jantar com parrilla pra 4 pessoas tá ótimo né?

Sem falar que o restaurante é muito lindo, o atendimento é ótimo e eles têm uma música ao vivo que realmente vale a pena e mesmo assim, não cobram couvert artístico! Ficam vários caras tocando violão juntos, igual naquela novela Coração Cigano, é bem impressionante de assistir, então tente sentar pertinho deles, tá?

  • El Quincho del Tío Querido
  • Av. Peron y Caraguatá (3370) Puerto Iguazú – Misiones
  • Te.: +054-3757-420151
  • www.eltioquerido.com.ar/

Mais alguém já conhece Puerto Iguazú? Já visitaram a Garganta do Diabo ou comeram no Quincho?? Imperdível! Tentem programar esse passeio pras próximas férias, porque é muito legal e inesquecível… Eu já quero voltar! Espero que tenham gostado do post. Beijos e até amanhã <3

8 Comentários sobre Garganta do Diabo