Ganko Food

14 de agosto de 2014

Aqui no blog a gente conversa tanto sobre comidas gostosas, restaurantes legais e opções de asiáticos incríveis com preço legal, mas me dei conta semana passada que até hoje nunca contei pra vocês sobre o restaurante japonês que eu mais amo há uns 3 anos! Um absurdo, né? Mas eu explico: ele é longe, tipo bem longe mesmo da minha casa, então imagino que muitos de vocês não possam se deslocar tanto pra comer um sushizinho. Mas como amanhã é sexta-feira e com certeza já estão começando os planinhos divertidos para o fim de semana, resolvi indicar porque voltei lá esses dias e conclui que, pelo menos pra mim, vale a pena sair da Consolação para ir ao Rio Pequeno comer comida japonesa.

Eu descobri faz pouco tempo que o meu restaurante japonês favorito chama Ganko Food, pra mim o nome do lugar é “Restaurante do Fábio” e sempre vai ser, hahahaha. O tal do Fábio é um amor, extremamente simpático, caprichoso em tudo que faz e sempre presente no restaurante, afinal quem prepara tudo por lá é ele, na hora e na nossa frente.

Raoni, Fábio, André (primo emprestado)  e Rodrigo (meu padrasto).

Conheci o restaurante porque a minha mãe mora na região, ela já se mudou algumas vezes desde que começamos a ir no Fábio, mas não vai pra tão longe, então é um caminho curto de carro para chegar ao tal do restaurante, que fica um ou dois quarteirões depois do portal do Rio Pequeno. Não esperem muito do ambiente, além do restaurante ser pequeno, é tudo muito simples, parece um barzinho desses que vendem PF (aquele prato comercial, sabem?), não tem nada demais mesmo… E acho que foi isso que me conquistou de cara. Por mais que ir em restaurantes bonitos, modernos e elegantes seja legal, prefiro ir em um lugar mais familiar, desses que a gente pode conversar com o dono enquanto come e fazer amizade com as pessoas que preparam as comidas que a gente tanto gosta. Hoje em dia não tem mais, mas há alguns anos, nas paredes do Ganko Food tinham vários desenhos muito bonitinhos, de gatinhos e Pokémon, todos feitos pelo filho mais novo do Fábio, que agora já até cresceu um pouco, era uma gracinha! Mas bem informal, né? Então foquem na comida e na família incrível que administra o restaurante. Hoje em dia virou o point pra jantar, tomar uma cerveja e até uma pinguinha com a minha família, principalmente porque a parte do meu padrasto bate cartão lá quase toda semana hahahaha.

Inicialmente eu fui atraída pelo restaurante por causa do preço. Hoje ainda é um dos restaurantes japoneses mais baratos que eu conheço, mas antigamente era enlouquecedor… Já sai de lá várias vezes tentando fazer a conta pra entender como alguém conseguia vender comida japonesa com peixes frescos de qualidade por um valor tão baixo e sinceramente nunca entendi. Mas acho que o Fábio também não entendia tanto, porque o preço aumentou um pouco nos últimos tempos, porém nada que me faça querer comer em outro lugar. Até porque, agora ele cobra um preço muito justo e continua servindo os pratos mais caprichados que eu já vi, desse jeito nunca vai deixar de ser o meu favorito. Ah! Se o seu negócio é se esbaldar sem gastar muito dinheiro, antes de ir ligue e pergunte se tá rolando o rodizio de temakis. Não é sempre que tem, porque como é um restaurante pequeno, tudo depende do estoque dele, as quando tem não é pra pensar duas vezes: peça! Os temakis dele são incríveis, quase não vem arroz, a alga é bem sequinha e os recheios são deliciosos. Custa R$ 45, eu já pedi esse rodizio uma vez e comi 12 temakis (eles são do tamanho normal hahahaha), então vale a pena!

Apesar de achar os temakis maravilhosos, tem um prato que sempre faz a minha cabeça, então não consigo variar muito e acabo pedindo sempre a mesma coisa, apesar de já ter provado várias outras coisas do prato da minha mãe hahahaha. Pra mim, a melhor escolha é o Gankodon, uma tigela deliciosa e cheia de ingredientes diferentes, o que torna essa a opção perfeita para quem quer comer tudo e não consegue se decidir, assim como eu.

É uma caminha de arroz com cogumelos, salmão, atum, pele de atum grelhada, alga marinha, polvo, alface, manga e um tempero de sal e limão. Tudo isso é frio e em grande quantidade, custa só R$ 22 e vejo muita gente que não consegue comer inteiro, tanto que eles sempre oferecem a meia porção… Não que eu aceite, mas eles têm boas intenções hahahaha. Se você não gostar de alguma coisa, pode avisar o Fábio que ele não coloca na mistura. Meu padrasto geralmente pede sem manga, porque ele não gosta tanto do sabor adocidado, mas para a primeira vez, acho que vale a pena pedir completo. Fica uma delícia e é uma refeição saudável e completa. Se o Ganko Food não ficasse tão longe aqui de casa, acho que comeria lá todos os dias!

  • Ganko Food
  • De segunda à sábado, das 11h30 às 22h
  • Endereço: Av. do Rio Pequeno, 216 – Rio Pequeno, São Paulo – SP.
  • Telefone:(11) 3766-5669

E você, também conhece algum restaurante super simples, mas extremamente gostoso? Quero saber! Espero que tenham gostado da dica e que possam dar um pulinho no Rio Pequeno o mais rápido possível para experimentar essa delícia. Mil beijos e até amanhã <3

6 Comentários sobre Ganko Food