Feirinha Gastronômica

Mil delícias na área! Faz muito, mas muito tempo que alguns amigos e leitores (que também são amigos, né) falam que eu preciso conhecer a feirinha de comidas gostosas que tem na Benedito Calixto, mas nunca dava certo por mil motivos! Acontece de sábado e eu geralmente viajo, não consigo mais convencer o Raoni a ir nessas coisas de comida de rua, porque já levei ele em muito programa de índio, não consigo mais me convencer a ir nessas coisas porque nunca tem nada que eu realmente quero comer e vale post no blog. Mas no último sábado eu fui fazer comprinhas e lanchinhos na famosa Feirinha Gastronômica da Benedito Calixto a convite da H2Oh! e comi muitas coisas incríveis que hoje vou indicar pra vocês, yay!

Já começo avisando que é um lugar extremamente cheio e quente, não tem lugar pra sentar, dentre outras coisas confortáveis. Mas finalmente alguém fez um sistema inteligente para essas feirinhas, já que na gastronômica da Benedito a gente leva uma carimbada no braço quando entra e com ela, pode sair e entrar quantas vezes quiser sem pegar fila. Lembro de já ter ido em outras feiras que isso não acontecia, então as pessoas simplesmente não saiam de dentro da feira nunca, o que deixava ela lotada e as filas de espera, intermináveis. Esse é um ponto que me deixou muito feliz e que me fará voltar (e até levar o Raoni, que odeia filas), porque até eu que amo comida de rua fico meio preguiçosa em esperar 3 horas para entrar na feira. Outra coisa legal é que realmente tem comida pra todo mundo! A feira é muito diversificada e os stands são bem preparados, não tem aquela coisa de que se chegar depois das 15h as coisas acabaram.

Inicialmente eu fui na feirinha com a minha mãe e meu padrasto, mas ele começou a passar muito mal de calor, enjoo… Essas viroses que todo mundo pegou essa semana, então eles foram embora depois de comer umas duas coisinhas e eu fiquei para peregrinar pela feira e descobrir quais eram as coisas mais incríveis para experimentar e contar pra vocês. Na verdade chegou um momento que eu não aguentava mais comer, daí eu comecei a comprar as coisas pra viagem, o que foi ótimo porque as fotos ficaram mais bonitas feitas em casa com calma.

Sem nem pensar pra responder, posso dizer quen a coisa mais incrível e deliciosa que tinha na feirinha no domingo passado, sem dúvidas, é o sanduíche de porco com molho pesto no pão ciabatta da La Vera Porchetta. Eu gosto de carne de porco, mas sou muito fresca porque não como quando as gordurinhas ou o couro estão amolecidos, o que não acontece nesse sanduíche, porque ele é perfeito e maravilhoso! A carne já é uma delícia, o molho incrível e ainda por cima, eles cortam pedacinhos de pururuca para misturar ao recheio e deixar ele crocante e desesperadamente gostoso! Eu comi, minha mãe comeu, meu padrasto comeu, ele vendia muito e todo mundo amava! Custa R$ 17 e tinha a barraquinha mais bonita, com todo mundo uniformizado e sacolas, guardanapos, cestinhas… Tudo carimbado com a marca. Pra mim isso faz muita diferença nessas feiras, porque às vezes mal dá pra saber o nome dos expositores e você nunca mais vai conseguir ir atras deles se gostar muito do lanche, então a La Vera Porchetta arrasou em todos os aspectos. Esse todo mundo tem que comer!

Outra comidinha que me conquistou pela simplicidade e pelo capricho foi o ceviche de peixe branco do Marcos Tadashi, que é um sushiman que faz personal e agora também trabalha com eventos tipo a feirinha. Pra mim ele foi um dos que mais entraram no clima do calor infernal, então amei as opções frescas e geladinhas que ele estava vendendo. Experimentei o tataki de salmão, que levava um molhinho agridoce bem gostoso e também o ceviche, que comprei pra viagem e jantei no mesmo dia hahahaha. Apesar de culinária japonesa geralmente ser mais caro, eram um dos preços mais sensatos da feirinha, tudo custava entre R$ 10 e R$ 15.

No último domingo haviam duas opções de hambúrguer e eu escolhi pela beleza, então fui de hambúguer de toscanha (picanha + bacon + linguiça toscana) do Birrinhas, que tem um site sobre cervejas e um podcast bem legal também sobre o assunto. O hambúrguer é lindo e realmente é gostoso, mas acho que eu preferia se ele tivesse menos linguiça, porque não vi muitos sinais de picanha e preferia se fosse de carne com um toque de toscana, mas de qualquer forma é um bom hamburguer e é bem grandão… Acho que homens no geral, menos os vegetarianos hahahaha, vão adorar. Custa R$ 20, mas se levar dois sai por R$ 30.

Outra barraca que arrasou pela simplicidade e pela delícia, foi a Locombia, que vendia churrasco de frango e porco, tipo coxinhas apimentadas e costelinha barbecue. Gostei bastante, principalmente porque acompanhava batata assada com molho sour cream, que é uma comida que eu amo! Também achei relativamente barato, a porção abaixo custou R$ 15.

Também comi um cheesecake com calda de morango, da barraquinha do chef Lucas Corazza (que tem um instagram famoso com esse mesmo nome @cheflucascorazza). Pra mim só perde pra dois cheesecakes: um importado da Cheesecake Factory que custa R$ 150 inteiro e o do Outback com calda de caramelo, que acho que custa uns R$ 17 o pedaço. Ou seja, o do Lucas custa só R$ 10, então ainda vale muito pelo custo benefício. Sem falar que ele tinha muitos outros doces lindos de morrer, é realmente um confeiteiro talentoso.

As outras opções fofas dele, além do cheese cake eram a Manga Rosa (um leve mousse de manga intercalado com mousse de framboesa e um delicado bolo de limão) e a Lady Gla Gla (um sanduiche de sorvete feito com banana, maracuja e biscoitos de chocolate com casquinha de chocolate 63%).

Uma coisa um pouco chata é que as coisas na Feirinha Gastronômica da Benedito Calixto são meio caras, principalmente se a gente conserar o fator conforto, que ganha nota zero em todas as barraquinhas. Um suco pequeno não sai por menos de R$ 6, um doce raramente custa menos de R$ 10 e os petiscos salvados todos saem a partir de R$ 15, mas podem chegar a custar R$ 25, como por exemplo a porção de macaxera com carne seca desfiada da barraca na foto acima. Claro que tem coisas que valem muito a pena e que rapidamente calculando a gente sabe que o preço faz sentido, mas em alguns casos fica evidente que o expositor está viajando na maionese… Ou comprou essa maionese na França e quer cobrar pela passagem.

Uma coisa que fazia o preço maluco de alguns estandes valerem mais a pena é que na maior parte das barracas, em todas as compras nós ganhávamos uma H2Oh! Limoneto em tamanho baby, para experimentar e dar uma refrescada no calor absurdo que fez no último domingo. Eu quando como fora de casa, revezo entre a água com gás e a H2OH! tradicional de limão (apesar de ser fã mesmo da de maçã, mas essa é quase impossível encontrar), então realmente queria provar esse novo sabor. Achei bem gostoso e realmente mais refrescante que os outros, mas ela tem um gosto bem mais presente do que a de limão tradicional, parece mais uma soda limonada caprichada mesmo, perde um pouco a graça da água com um leve gostinho, hahahaha.

E você, já foi na Feirinha Gastronômica? Qual a coisa mais deliciosa que já comeram por lá?? Espero que tenham gostado das dicas e que experimentem muitas comidas incríveis no próximo domingo! Beijos e até amanhã <3

14 Comentários sobre Feirinha Gastronômica