Eu não tenho cara de blogueira

Quando eu comecei o blog eu tinha apenas uma intenção: aproveitar o meu tempo livre para escrever e compartilhar sobre aquilo tudo que eu gosto, sejam essas coisas comidas, lugares, roupas, maquiagens, marcas de sabão em pó ou programas de TV, tanto que o blog leva o meu sobrenome… Coisa que eu nem queria, queria um nome fofinho e descolado, mas nunca tive uma ideia que abrangesse todas as coisas que eu gosto, então como esse espaço acaba funcionando como um diário das minhas inspirações, acho que o nome acabou servindo bem mesmo, até porque não tem muitas pessoas ~Dela Rosa~ por aí, né? Só que por mais que com o tempo o blog tenha se tornado o meu trabalho e a minha principal fonte de renda, essa ideia que eu tinha desde o começo não mudou… O blog e todas as minhas redes sociais continuam sendo sobre as coisas que eu curto e que gostaria que outras pessoas tivessem acesso, nunca parei de escrever sobre assuntos extremamente variados e nunca deixei ou comecei a fazer algo por dar mais acesso, relevância ou dinheiro. Por mais que algumas pessoas me achem meio burra ou desligada por causa disso, entendam de uma vez por todas que é proposital.

dela rosa

Eu sorrindo com os dentes… De maneira espontânea e feliz, sem pressão!

Antes de ter o blog eu já tive alguns empregos, uns 4 ou 5 talvez, mas sempre saia deles porque, por mais que eu gostasse das tarefas que eu tinha que desenvolver e fizesse tudo com carinho e atenção, eu não me encontrava no serviço. Não tinha afinidades com as pessoas que trabalhavam comigo e muitas vezes, também não era apaixonada pelo resultado final das coisas em que eu era envolvida… Então fiquei muito feliz (e fico até hoje todos os dias) quando o blog começou a me dar algum dinheiro! Pela primeira vez eu posso me dedicar à coisas que realmente acredito, falar de assuntos que realmente amo e ser eu mesma 24h por dia. Acho que essa é uma oportunidade que qualquer um abraçaria, né? Então não vou largar isso para abordar temas mais genéricos e fazer coisas que não são totalmente a minha cara só pelo sucesso, porque daí eu estaria fazendo desse o meu sexto emprego chato e não existe dinheiro que eu possa ganhar que faria isso valer a pena. Sim, acreditem se quiser: existem pessoas que não são movidas apenas por grana e marcas!

dela rosa - 2

Um dia em que o dinheiro realmente importou… Mas eram só R$ 40!

Eu entendo que não vou ficar rica, que não vou ter 1 milhão de inscritos, uma marca de roupas, uma coleção de maquiagem, uma casa em Orlando, 10 cachorros caríssimos (até porque não compro cachorro, rs), uma agenda lotada de ações incríveis ao redor do mundo e fama internacional enquanto continuar falando de doces exóticos, curiosidades sobre o Japão, maquiagens caras, documentários difíceis e outras coisas diferentes, porque existe um número muito menor de pessoas que curtem essas coisas que eu gosto e além disso, poucas delas se interessam por blogs. A maioria das pessoas tem paixões mais genéricas, assistem a novela, acham o Caio Castro um gatinho, cultuam corpos, usam as roupas da moda, criticam looks de tapete vermelho e se interessam por muitas outras coisas que não me pegam… Mas eu já sei de tudo isso e não acho ninguém melhor ou pior, apenas não tenho a menor motivação de me render à essas coisinhas pra tentar ficar famosa na internet sendo uma pessoa diferente da que eu realmente sou. Quando eu era criança, por algum tempo não tinha nem energia elétrica na minha casa, então se eu conseguir manter essa vida que eu tenho agora fazendo as coisas que eu gosto, poderei ser feliz para sempre. Além do mais, tirando a parte do 1 milhão de inscritos, eu ainda poderia ter todas as coisas que eu citei se eu realmente quisesse, mesmo que não tivesse mais um blog, afinal essas coisas existem há muitos anos e o fenômeno dos tais ~influenciadores~ é recente. Se algum dia não der certo, é só eu fazer outra coisa :)

delarosa-3

Eu fazendo um job inesquecível!

Há algum tempo, quando as coisas começaram a dar certo pra mim, começaram a pipocar críticas falando que eu não tenho cara de blogueira e que por esse motivo, era injusto que eu conseguisse ações e às vezes, até algum destaque (isso porque eu mal me destaco kkkkkk). Fiquei pensando muito nisso na época, porque realmente talvez eu não tenha cara de blogueira, mas percebi que isso é ótimo! Porque essa blogueira que tem cara definida é aquela que as pessoas gongam, que sofre preconceito… É a blogueira padrão, que todos esperam: faz look do dia com roupas que não usaria, posta releases sobre dietas que não faz, usa makes exageradas que não combinam com o estilo de vida de mais ninguém, fica pentelhando assessorias pra ganhar presskit e faz coisas pelo simples fato de que todas as outras blogueiras estão fazendo. Eu não sou assim, eu sou eu mesma, ainda que isso possa ser péssimo para a minha imagem profissional de vez em quando. Eu não tenho cara de blogueira porque eu apenas tenho um blog, não sou ele e nem vivo para os posts, aqui é justamente ao contrário… E se tudo dá certo às vezes, é sorte! Mas com ela também não dá pra contar, né? Já fiz coisas muito incríveis por causa da minha atual profissão, mas sei que tudo muda pra todo mundo de uma hora pra outra, então pode mudar pra mim da noite para o dia.

delarosa-4

Eu fazendo amigos muito especiais por causa do meu trabalho <3

Acho meio cafona quem fica fazendo desabafos na internet, mas acho que quando o problema é por causa dela não tem outra forma, né? Ultimamente estou sentindo uma nuvem negra muito próxima do blog, das minhas coisas favoritas, dos meus relacionamentos profissionais… Então achei melhor esclarecer de uma vez por todas as coisas, pra caso alguém ainda tenha dúvidas sobre o meu posicionamento no meio de tudo isso. Agora vou fazer uma lynda máscara facial, porque como o Raoni insiste em dizer para zoar a minha vida real – nada como um bom spa da pele para mandar a bad vibe embora! Mil beijos e ótima semana para nós <3

Me acompanhe nas redes sociais:

Facebook – Instagram – Youtube 

♥ Snapchat mais legal do Snapchat: helodelarosa 

Siga o meu blog no Bloglovin

110 Comentários sobre Eu não tenho cara de blogueira