Como se transformar em um personagem do desenho Hora de Aventura!

Hoje na minha timeline pipocaram alguns desenhos muito legais, de conhecidas minhas e suas versões de princesas de Hora de Aventura, uma coisa meio princesa Jujuba DIY, muito fofinho! Na primeira que vi fiquei pensando ~nossa que legal, eu queria saber desenhar assim no Photoshop pra me transformar em uma princesa também~, mas deixei pra lá. Daí na segunda eu pensei ~caramba, que legal como as pessoas se inspiram e obtém resultados parecidos usando as mesmas técnicas de ilustração, a internet é um delicioso lugar criativo~ e segui a minha vida novamente.

Mas na terceira que eu vi definitivamente ficou claro que alguma coisa estava errada… Ou que alguma coisa está muito certa! E foi assim que eu descobri que um cara do DeviantArt fez um aplicativozinho em flash (eu não sei qual o termo correto para descrever isso) onde qualquer um pode se transformar em uma princesa de Hora de Aventura! É perfeito, eu mesma já fiz a minha e já fiz a de várias amigas também, porque achei muito fofo e me senti da mesma maneira incrível que eu me sentia quando fazia meus personagens do The Sims, tipo em 2005 hahahaah. Para fazer a princesa de vocês é só clicar aqui!

Vasculhando um pouco as coisas do criador desse app(??) eu descobri que também existe outro de fazer príncipes de Hora de Aventura e até mesmo um outro, de brincar com a princesa Caroço, mas esse é muito difícil de usar hahahaha. Clique aqui para ver no site! Espero que vocês tenham gostado da dica, não é nada que vai mudar a vida de todos, mas é fofinho, vai? Eu achei tão legal, imagino que muitos de vocês vão curtir também. Mil beijos e até amanhã <3

Me acompanhe nas redes sociais:

Facebook – Instagram – Youtube  Viber 

50 perguntas em 5 minutos!

Essa semana eu e o Raoni preparamos uma brincadeirinha lá no canal do Youtube, a G Flores me taggeou em um vídeo muito louco, cuja missão é responder 50 perguntas pessoais, com temas daqueles que a gente não sabe a resposta na ponta da língua, em até 5 minutos! Achei a ideia divertida e chamei o Raoni pra brincar também, assim a gente descobria quem consegue responder mais rápido. Quer saber como nos saímos? Assista os vídeos:

Muito legal, né?? Não se esqueça de se inscrever no canal do blog para conferir tudo sempre em primeira mão, é rapidinho e me deixa super contente hahaha. Mil beijos e até amanhã <3

Me acompanhe nas redes sociais:

Facebook – Instagram – Youtube – Viber

Como encontrar o apartamento perfeito?

Já faz um tempinho que eu me mudei para meu apartamento novo, que fica no mesmo prédio do velho, mas tem o dobro de tamanho. Eu queria me mudar fazia bastante tempo, fiquei mais ou menos um ano esperando até encontrar um novo lar, mas acho que só demorei tanto porque fui muito exigente: queria que fosse no mesmo prédio e queria que fosse significativamente maior, ou seja, precisava ficar torcendo pra alguns vizinhos se mudarem, o que pode levar muito tempo, né? rs.

O chaveirinho da minha chave de casa! <3

Agora estou bem satisfeita, gosto muito do lugar que estou morando, já mostrei o meu apartamento em um vídeo lá do canal (clique aqui pra assistir o tour) e acho que dá pra perceber que ele atende muito bem todas as minhas necessidades, então não pretendo sair daqui nem tão cedo. Mas a busca por apartamentos incríveis ainda não acabou! Isso porque tenho vários amigos querendo mudar de casa ou morar mais pertinho de mim, então baseada nas andanças e pesquisas que tenho feito nos últimos tempos, resolvi fazer uma listinha de coisas que fazem toda a diferença na hora de encontrar um apartamento incrível pra comprar ou alugar.

  • Seja objetivo: defina quais são as suas prioridades antes de procurar uma casa nova. Pra você é importante a localização ou o tamanho do apê vale mais? Às vezes quando temos pouco tempo para se mudar, precisamos abrir mão de algumas coisas para conseguir outras.
  • Contate: uma coisa que eu não entendo é que raramente as pessoas manifestam a sua procura por uma casa nova entre seus amigos, o que dificulta muito o processo. Avise as pessoas mais próximas sobre a sua busca e peça para que te avisem sobre oportunidades que tenham o seu perfil! Quase todo prédio tem um apartamento disponível, né?
  • Caminhe: em tempos de internet, a gente prefere facilitar e fazer tudo o que dá usando o computador, mas uma excelente maneira de descobrir apartamentos para vender ou alugar é passando na frente deles. Caminhe pela região onde você deseja morar e fique de olho nas placas de imobiliárias! Conversar com porteiros também ajuda, o meu prédio por exemplo, tem a fachada de vidro e não permite que as plaquinhas sejam penduradas.
  • Pesquise: se o valor do aluguel é crucial na sua decisão, a internet realmente acaba sendo uma maneira mais prática de procurar apto, afinal você já filtra pelos preços. Eu prefiro ir direto nos sites de imobiliárias, mas existem buscadores muito legais especializados em imóveis, como por exemplo o siteimovel.com. Lá dá pra fazer pesquisas pelo Brasil inteiro, desde cidades maiores como São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Brasília, até cidades mais do interior, sendo que você pode escolher ver apenas fazendas, apenas casinhas de vilas, coberturas, apartamentos duplex… Dá pra filtrar bastante!
  • Releve: é normal que a gente procure a casa perfeita quando precisamos nos mudar, mas dependendo das nossas expectativas, ela simplesmente não existe! No meu apartamento, por exemplo, não amo a cor do banheiro nem a da cozinha, mas acho que compensa conviver com isso e balancear esse bege todo com itens de coração, porque gosto muito de todos os outros aspectos de viver aqui.

Acho que basicamente, essas são as dicas que eu posso dar pra vocês! Claro que não sou uma expert e que muitas outras devem existir, por isso se você tem uma dica incrível pra achar o apartamento perfeito, deixe nos comentários… Pode ajudar muita gente, inclusive os meus amigos que estão procurando um novo lar pra chamar de seu. Torçam por eles, hein? Quero que todo mundo venha logo morar pertinho de mim hihihi. Mil beijos e até logo <3

PS: esse post é um publieditorial.