4 dicas para morar sozinho!

17 de junho de 2013

Ultimamente tá todo mundo saindo da casa dos pais, né? Achava que era impressão minha e que na verdade os meus amigos estavam ficando mais velhos, mas reparei que não é maluquice: cada vez mais eu vejo blogs e pessoas aleatórias na internet, pesquisando e escrevendo sobre morar sozinho.

De vez em quando eu recebo alguns emails com perguntas sobre a minha casa, ou como eu consigo pagar um apartamento tão bem localizado com o dimdim de redação publicitária… Então resolvi fazer esse post, até pra ajudar aqueles que estão realizando esse grande sonho da casa própria (ou alugada mesmo, né hahahaha). As 4 dicas que eu sempre dou pra amigos que querem sair de casa são:

Tenha metas e prazos: minha mudança foi meio feita e decidida rapidinho, sabe? O Raoni morava numa republica e eu morava com a minha mãe, mas a gente tava sempre um na casa do outro, tipo todos os dias juntos mesmo, então…. Quando a republica dele desmanchou ele me convidou pra morar com ele e foi maravilhoso, mas meio chocante no começo, né? Principalmente porque a gente tinha um mês pra resolver tudo, achar um apartamento e se mudar. Deu totalmente certo, claro que os primeiros aptos que nós visitamos ou eu a gente odiava, ou eles custavam 5mil reais por mês, o que era impossível. Mas com um pouquinho de paciência e pesquisa na internet, consegui achar meu atual apartamento, por um preço condizente com a região onde eu moro (Consolação) e recém reformado, o que faz toda a diferença.

Imagino que o melhor seja planejar tudo com uma antecedência de pelo menos 6 meses, até pra você ir se preparando psicologicamente pra gastar dinheiro com coisas chatas todos os meses. Tem que ter muita tranquilidade, paciência and sabedoria pra não ficar maluca com o mix de sentimentos “morar sozinha” + “gastar dinheiro pagando IPTU ao invés de comprando sapatos”, mas se tiver uma necessidade real por trás da sua mudança de lar, vai fazer a pena.

Pense nas suas realidades: isso vale tanto para escolher a sua nova moradia, quanto para decidir se você realmente precisa de uma nova moradia. Conheço várias pessoas cujos pais são maravilhosos, com uma condição financeira confortável e uma residência de fácil acesso… Mas mesmo assim a pessoa insiste em se mudar pra poder receber os amigos e fazer festinhas em casa. Pense bem e seja realista, vale a pena você gastar uma puta grana, ter um trabalhão e mil responsabilidades só pra impressionar seus amigos, quando na verdade você já tem tudo o que precisa morando com seus pais?? Na maioria das vezes não vale não, viu. Eu nunca tive o sonho de sair da casa da minha mãe, sempre gostei de morar com ela e depois que ela casou com o meu padrasto… Bem, eu comecei a gostar mais ainda. Infelizmente quando eu comecei a trabalhar na minha atual agência, cumprindo um turno que não tem hora pra acabar, ficou complicado passar duas horas e meia (!!!) dentro de um ônibus pra sair e chegar em casa, então me mudar foi mais confortável. Apesar de que ainda assim, se não fosse pra morar com o s2 verdadeiro amor s2 eu acho que continuaria com a minha família, avalie.

Outra coisa importante de se levar em conta é que morar em lugares maneiros custa muito caro. Parece tão óbvio falando assim, né? Mas até o caro que a gente imagina, pode ficar mais caro ainda quando a gente pesquisa, então leve cada detalhe da sua rotina em consideração na hora de escolher o lugar do seu novo lar. Exemplo: quando eu fiz as contas, vi que valeria mais a pena morar em um bairro mais caro, mas próximo das minhas necessidades diárias, pra economizar nos gastos com transporte.

Calcule tudo. Durma. Acorde e calcule de novo! Às vezes parece que a gente pensou em tudo, fez todas as contas e tá tudo resolvido, mas na hora de colocar em prática, com o passar do tempo a coisa toma outras proporções, seja por coisas que a gente esqueceu, seja por coisas que a gente usou uma média pra calcular… De grão em grão a galinha enche o papo e o seu dinheiro acaba.

Apesar de vocês sempre falarem nos comentários que eu faço coisas caras ou frequento lugares legais demais, etc, tudo é minuciosamente calculado, tá? Hahahaha, sei que quando a gente assiste a vida dos outros parece mais fácil, mas no dia a dia eu me prendo nos detalhes e até em economias pequenas, pra conseguir realizar todas as coisas que eu faço. Meu orçamento é bem mais limitado do que vocês imaginam, mas por favor, não fiquem imaginando isso hahahaha.

Não tenha pressa: documentos e imprevistos já vão ocupar demais o seu tempo, então quando você mudar pra sua nova casa, relaxe! Sei que o ideal de várias das pessoas que moram sozinhas é viver num lugar lindo e totalmente decorado de acordo com gostos pessoais, mas isso não acontece da noite pro dia.

Aliás, a grande maioria de fotos maravilhosas em revistas de decoração, é feita de ambientes decorados aos poucos pelos donos, que reúnem objetos favoritos ao longo de muito e muito tempo de procura.

E você, já mora sozinho ou ainda tá na vontade? Qual a dica que você daria pra quem quer largar a janta da mamãe? Deixem nos comentários! Beijos e até amanhã <3

10 Comentários sobre 4 dicas para morar sozinho!