Comprando Bijuterias no Brás

Fazia muito tempo que eu não me aventurava pelo centro de São Paulo! Eu até gosto, mas pra ir na 25 de março ou no Brás, precisa separar a tarde inteira porque é um compromisso que não tem hora pra voltar e por mais que eu vá com muita frequência ao Bom Retiro, fico só passeando nos supermercados e nunca vou na famosa e lotada José Paulino.

Semana passada peguei um dos meus dias de férias e me joguei no Brás pra conhecer melhor e ver se conseguia comprar coisas legais por um valor mais compensador que o do shopping, porque tô remodelando meu guarda-roupa com a finalidade de usar menos o combo manjado calça jeans + camiseta + tênis, pelo menos quando o verão chegar.  Apesar de estar bem dedicada e com muita paciência para andar bastante, não acho que esse seja o rolê definitivo pra quem quer comprar roupas atuais e com preço legal.

Comprei dois vestidos bem bonitos e elegantes (aloca), uma saia e duas camisas e paguei nisso tudo R$ 100 então fiquei bem satisfeita, mas pra achar coisas de qualidade por um valor baixo assim, eu andei tipo 5 horas hahahahaha. Então se você tá a fim de conhecer como eu tava, arrasa, agora se você quer comprar muitas coisas legais de forma rápida e prática pagando pouco, melhor garimpar em  lojas de departamento mesmo… Fui sábado ao shopping e encontrei muito mais coisa linda e barata na C&A e na Zara do que no Brás e no Bom Retiro.

Mas se teve uma coisa que valeu a pena a visita ao Brás, foram os acessórios! Acho bonitinha essa moda de spikes e pulseiras de pino, mas dentro de mim algo grita “isso não vale mais do que R$ 10” e graças a esse bom senso interior, eu não tinha investido muito nessas peças da moda, apesar de concordar que elas são maneiras.

Mas assim que eu cheguei ao Brás, logo depois de conhecer aquele corredor assustador, também conhecido como Feirinha da Madrugada, me deparei com a Adão Bijuterias, uma loja com ar condicionado e muitas novidades na vitrine. De cara já ví um colar muito fofo que me serviu de chamariz e fez com que eu entrasse na loja.

Loja de biju geralmente é aquele esquema irritante de vendedora pentelha te seguindo e querendo mostrar “tendenças” pra lá de assustadoras, então geralmente eu dou uma entrada bem rápida e saio correndo. Mas na Adão Bijuterias achei o atendimento muito legal e realmente personalizado. Infelizmente não lembro o nome do querido que me atendeu, mas além de ser muito gentil, ele entendeu bem rápido qual era o meu estilo e o quanto eu estava disposta a gastar, assim me mostrou tantas coisas legais que acabei comprando todas as indicações dele.

Me apaixonei por esse colar, entrei na loja por causa dele, comprei e até agora não usei hahahaha.

Como toda loja do Brás que também atende atacado, tem muitas coisas incríveis e mais ainda, coisas extremamente bregas, então o melhor é ter muita paciência ou então catar esse vendedor simpático pra te ajudar. Ele é moreno, tem mais de 1,70 de altura e me atendeu numa tarde, por volta das 14h30. No dia não ví nenhum outro vendedor homem por lá!

As coisas lá são bem baratinhas e a maior parte dos preços estão entre R$ 4 e R$ 15. Os brincos que eu comprei, todos custaram R$ 4 e as pulseiras, todas R$ 7. Comprei apenas um colar, que também custou R$ 7, mas reparei que os mais elaborados custam cerca de R$ 12. Comprei algumas coisas mais básicas e depois me arrependi, tem uma linha de colares em neon que é muito mais linda do que qualquer coisa que já vi no ebay e o preço também vale muito a pena, mas no dia tava com um ataque de “sou discreta” então deixei pra lá.

Uma das coisas mais chatas de fazer compras no Brás, é que muitas lojas não vendem varejo, ou então o valor mínimo para pagar com cartões é meio alto e andar com muito dinheiro na bolsa pode ser perigoso. Diferenciais como esses foram o que mais me impressionaram na loja: eles até vendem atacado com CNPJ, mas vendem varejo também e não tem valor mínimo nem pra pagar com cartão. Sobre o preço do atacado, eu não sei informar qual a diferença porque só descobri agora que eles vendem dessa forma, mas numa próxima visita eu compro com CNPJ e conto pra vocês como é o esquema.

Perto dessa loja tem bastante variedade de marcas de biju, mas eu entrei numas quatro e as coisas aparentavam ter uma qualidade realmente baixa, então se você tá procurando um atendimento tranquilo e ao mesmo tempo personalizado, quer comprar acessórios e ainda assim não gastar muito dinheiro, eu realmente recomendo que você conheça essa loja. Tô usando bastante as coisinhas que comprei por lá e tudo ainda tá lindo e brilhante, o custo benefício das peças de biju deles vale muuuito a pena.

Eu não sei quando vou ao Brás de novo, porque ultimamente comprei muita roupa e bijuteria então não tô precisando de nada. Mas se você vai emendar algum dos dois próximos feriados (ou os dois, como eu, yay!), vale a pena dar uma passada pra comprar uns mimos baratinhos pra você ou até mesmo já garantir as lembrancinhas de Natal… Porque se tem uma coisa que eu acho que você não vai querer, é ir ao centro de São Paulo em dezembro, amiga acredite: você não é obrigada.

Adão Bijuterias

  • Loja Feira da Madrugada – Banca Rua: BA 106 – Telefone:(11)99209-0240
  • Loja 1 – Rua: Monsenhor de Andrade nº947 – Telefones: (11) 3229-9150 / 3315-0387
  • Loja 2 – Rua: Monsenhor de Andrade nº937 – Telefones: (11) 7837-6819

E o que vocês acharam… Comprei coisas bonitinhas ou cafonas? Conhecem outras lojas legais pra comprar coisa bonita e barata? Conhecem lojas online que vendem coisas bonitas e baratas? Gostariam de ver posts sobre as roupas bonitas e baratas que eu compro? Hahahahah. Beijo e até amanhã <3

17 Comentários sobre Comprando Bijuterias no Brás