Bolinho Caipira.

Toda família tem uma receita que de tantas vezes repetida em festas ou encontros familiares, se torna uma tradição. A dos Dela Rosa (além das orientais, implantadas pelo meu maravilhoso padrasto Rodrigo) é Caponata. Mas como eu sei que apenas uns 5% da população está interessada em comer um prato feito de berinjela com leite, pimentões e uva passa, não vou ensinar essa pra vocês hoje.

Porém, vou mostrar como é feito o delicioso Bolinho Caipira, super sucesso nos encontros de baralho e conversinha na família do meu marido, sempre feito aos montes pela madrinha dele. Esse final de semana bateu uma super vontade de comer, mas procurei na internet e encontrei receitas muito diversas e resultados muito esquisitos, então achei melhor ligar pra ela e pegar a receita original (e deliciosa!).

 

Para fazer este quitute você precisará de R$ 10,00 para comprar os seguintes ingredientes basicões:

  • 500gr. de farinha de milho;
  • 150gr. de farinha de mandioca;
  • 3 tabletes de caldo de carne (ou similares bacon, costela etc);
  • 500ml. de água;
  • 500gr. de carne moída (tipo acém, não precisa investir muito);
  • 2 limões.

 

A primeira coisa que você vai fazer é temperar a carne, pra ela pegar os gostinhos e começar a marinar no limão. Tempere-a crua, do seu jeito, pode ser só um sal e pimentinha do reino, ou algo mais caprichosinho, com temperinhos verdes tipo salsinha ou cebolinha, pode rolar um alho, você que escolhe. Feito isso, espreme bem o caldo dos dois limões e mistura super bem, se empenha nisso pro recheio ficar gostoso.

Agora vamos fazer a massa e infelizmente você vai precisar colocar a mão nela, não tem outro jeito.

Em uma tigela grande você vai coloca toda a farinha de milho e a de mandioca. Dissolva os tabletes de caldinho na água, que você vai amornar, tipo no microondas.

 

Despeje toda a sua água com caldinho dissolvido nas farinhas e mão na massa, mistura tudo até a massa ficar boa (o que significa mais firme um pouco do que a de uma coxinha). Não tem muito erro. Se você achar que ta boa, tenta fazer um disquinho com ela, se der ta pronta, senão, coloca mais água. 

 

Agora chegou o momento artesanal e consequentemente tenso da coisa: moldar o seu bolinho.  Eu não sou muito boa em fazer salgadinhos, normalmente eles estouram, mas essa massa é tão boa que isso não aconteceu nenhuma vez! Abre uma massinha na mão mesmo, do tamanho da sua palma e recheia com uma colher de café bem cheia de carne moída (ainda crua).

 

Você pode escolher fechar igual pastelzinho ou ainda fechar igual pastelzinho e arredondar as bordas, pra parecer um croquete. Se der um furinho não tem problema, é só você remendar com um pouquinho de massa.

 

Todos montadinhos? Frite! De preferência em uma frigideira funda, ou uma panelinha mesmo, não espirra muito mas eles precisam ficar imersos né, deixe o óleo esquentar bastante antes de fritar os primeiros e depois pode deixar em fogo baixo, só pra manter a temperatura. 

Quando eles estiverem boiando significa que a massa está cozida. Agora só comer… e comer bastante, né porque rende uns 60 bolinhos.

Se alguém fizer, me conta! E não me julguem pelo protetor descartável para fogão…. prefiro uma coisa meio cafoninha que só os ~fashionistas do lar~ reparam do que uma sujeira feia que todos os mortais notam hahahahaha. Beijos!

Nenhum Comentário sobre Bolinho Caipira.

Nenhum Comentário sobre Bolinho Caipira.