Arroz Doce Caramelizado

Sexta feira geladinha no ar, todo mundo com a louca vontade de dar tchau para o trabalho e ir correndo curtir o final de semana fantástico que temos pela frente. Bom, isso poderia ser verdade, mas não é hahahaha. Esse final de semana é para alguns de nós, marcado por um dos piores pesadelos que o calendário anual de eventos pode trazer: o dia das mães. Tam-tam-taaaaaaam!

Eu sempre fico muito maluca tentando pensar e bolar mil coisas para agradar a minha mãe, nessa data que, não entendo a razão, é tão especial. Os presentes são difíceis de escolher, os almoços chatos, os irmãos confusos e o fato da minha mãe também ter uma mãe, só complica o cronograma.

Eu e minha mãe há uns 3 anos <3

Mas se você não quer surtar, nem pode gastar tantos dinheiros (e quem pode?), mas deixar a data marcada com carinho e dedicação, faz um docinho pra aquecer o coração daquela que carrega você até fora da barriga. E pra você não errar na mão, não passar o dia na cozinha e arrasar com a simplicidade, vou ensinar a fazer uma receita que toda mãe nesse planeta gosta: um arroz doce diferente <3

Sempre achei arroz doce (ou doce de arroz, como a minha sogra prefere chamar, pra ser mais chique hahaha) uma coisa meio café da manhã de abrigo da prefeitura. Até que então, deixei de ser fresca e experimentei o arroz doce caramelizado que ela tanto ama e faz com um super carinho, quando tá afim de comer um doce caseiro (caipira kkkkk). Essa delícia a minha mãe me ensinou e eu vou ensinar pra vocês também, pra deixar o domingo da sua mãe mais contente e mimado impossível!

Para fazer 8 porções grandes, você vai precisar de:

  • 1 lata de leite condensado;
  • 1 lata de creme de leite;
  • 1 pacotinho médio de coco ralado sem açúcar;
  • 2 xícaras de arroz (cru, nada de arroz cozido);
  • 1 xícara de açúcar;
  • 500ml de leite;
  • 4 xícaras de água.

Vamos lá galera, sei que você ama sua mãe mas não é por isso que vai morrer na cozinha, afinal no domingo Deus tava numa nice, né? Coloca o seu açúcar numa panela (se for de teflon melhor ainda) pra derreter e virar um super caramelo, mas um super caramelo com uma diferença crucial (que pode até fazer o processo ser mais fácil pra você): ele precisa queimar!

Não muito, mas precisa dar aquela sapecadinha morena pra deixar tudo mais delícia. Queimou? Coloca uma xícara do meio litro de leite que você reservou para a receita e guarda o resto para mais tarde. Dissolva tooodo o caramelo no leite, até ele ficar com cara de gostoso (ecat, eu odeio leite). Precisa dissolver tudinho mesmo, não pode sobrar nenhuma bolinha de caramelo, nem no fundo.

Agora coloca o arroz e a água e mistura direitinho, bem bonito. Pronto! Você ganhou uns 15 minutos de descanso pra ficar no Twitter (brincadeira), porque precisa esperar o arroz cozinhar, igual arroz salgado cozinha mesmo, vai ficar idêntico ao seu trivial jantar, só que caramelado.

Tá pronto seu arroz cozido e lindamente caramelado? Coloca o resto do leite, o leite condensado, o creme de leite e o coco ralado! Tem coisa mais fácil que isso? O cheiro é a melhor coisa do mundo! Mexe-mexe-mexe e tá pronto, muuuuito prático!

Serve pra sua mãe, bem bonitinho, leva uma porção pra você também, comam juntos e feliz dia das mães pra sua mãe <3<3<3

Agora, se você ainda não está satisfeito e quer mais uma dica pra curtir a sua queridona, a minha própria (e ilustre) mãe, mandou uma dica de filme que já saiu em dvd, pra você assistir comendo arroz doce quentinho e deixar esse dia ainda mais especial!

Olá, meu nome é Patrícia Dela Rosa, mãe do clã Dela Rosa, ou da maior parte dele…hohoho. Eu sofro de uma doença legal, me proíbe de sair com frequência, de andar de ônibus ( pavor de gente em lugar espremido, elevador, cavernas… mas quem vai à cavernas, não é?).

Enfim, isso fez com eu virasse uma cinéfila por obrigação, ou vocês acham que eu ia ver a Galisteu com a Katylene nas minhas tardes? Dica de hoje :

  • Os Descendentes

Sim, ele está lá, Sr. George Clooney em pessoa, lindo, se ele fosse um vinho era a minha safra favorita.

O filme, putz, o filme é muito bom, não é a toa que estava na lista do Oscar. A estória se passa no Hawai, mas não é nada de gente em ferias e praia, se trata de gente normal que vive na ilha.

Ele (o Sr. Clooney), tem duas filhas e uma esposa que está ¾ morta ¼ viva, num hospital. Tadinha dela… até ele descobrir que ela o traía. E ela lá, vegetando. Muito triste mesmo, um pai explicar isso tudo para as filhas, ou descobrir em meio a esses acontecimentos uma traição da esposa que ele tanto amava. Mas ao mesmo tempo isso é ótimo para o relacionamento dele com as filhas, o que faz deste filme tão interessante.

Eu não chorei, mas minha mãe (avó da Helô), quase teve que tomar soro para não desidratar. A dica é boa, é quente. Assistam e depois deem suas opiniões.

Qualquer coisa relacionada a filmes (já ví quase tudo nesta vida, acredite, principalmente asiáticos), é só reclamar que eu apareço.

Gente, ela não é uma fofa? Amo muito minha mãe, adoro a minha vida mas sinto saudades dela todo dia hahahaha. Então é isso, divirtam-se no final de semana e curtam muito a mãe de vocês <3 Beijo e até segunda!

1 Comentário sobre Arroz Doce Caramelizado