85 Lugares Para Você Aproveitar Minhas Férias – 7

Oi gente, tudo bem com vocês? Espero que esteja tudo incrível e divertido por aí! Não sei se vocês sabem, mas eu tô de férias e nesses 10 dias de descanso vou aproveitar pra fazer o que mais gosto: comer bem! Estou colocando muitas receitas em prática e saindo para comer em lugares diferentes com maior frequência também. São as coisas que eu mais gosto de fazer quando tenho tempo!

Como é o meu tempo de folga, mas também quero que vocês tenham momentos inesquecíveis, fiz uma lista com 85 lugares que já comi coisas dos mais variados tipos: tem sorveteria, pizzaria, japonês, coreano, comida por quilo, tudo pra todos os bolsos. Os comentários são curtos, mas expressam exatamente a minha opinião sobre o local, então tem coisa que eu gostei e tem coisa que detestei e não quero que vocês se empolguem na hora de visitar. Tenho recebido muitas reclamações por postar apenas coisas que eu adoro, então lancei as criticas negativa também.

Vou postar todas essas recomendações ao longo da minha ausência, um pouquinho por dia,  e quem tiver mais pode indicar nos comentários também, combinados? Sei que ninguém gosta de entrar em blog e não ter post novo, portanto os lugares que você precisa comer antes de eu voltar são:

  • 210 Diner

O cardápio é todo inspirado em refeições americanas e lá você encontra pratos tradicionais como ribs, mac and cheese e muitos hambúrgueres com ingredientes que possibilizam dezenas de combinações, então solte a criatividade na hora de combinar os ingredientes adicionais, que custam cerca de 3 reais cada.

O melhor pra mim é gorgonzola e você não pode deixar de pedir: a porção é farta e muito cremosa, vem num potinho de metal e dá até pra dividir com o colega, assim um pode pedir gorgonzola, o outro maionese e dividem, felizes com uma farta variedade de molhos. Cada hambúrguer, com batata ou onion rings (a melhor) sai por cerca de 25 reais.

  • Piola

Os meus amigos amam comer nessa pizzaria e a maior parte dos nossos encontros acaba sendo marcada lá, mas sinceramente? Parem com esse habito! Não tem nada de extraordinário, existem muitas pizzarias de bairro até, que são muito mais caprichadas e até mesmo baratas, então não vejo a razão de cultuar o local.

A única coisa relativamente legal (pra mim não vale a pena) é o mojito gigante deles, que dá pra dividir com umas 5 pessoas e ainda ficar meio alegrinho. Porém é uma bebida aguada e o copo fica muito nojento depois de 3 minutos na mesa, gera uma grande poça de gelo derretido. As pizzas são medianas e caras, mas o ambiente é lindo e incrível, deve ser por isso que não sai de moda.

  • Hambúrguer do Seu Oswaldo

Demorei muito tempo da minha vida até perceber a existência da lanchonete, que certamente é uma das mais discretas de São Paulo e, felizmente, também deliciosa. Aqui tudo é artesanal: molho de tomate, hambúrguer, pão e também diversos molhos, o que faz valer a pena o ambiente apertadinho e humilde.

A lanchonete se resume em uma chapa comprida por trás de um comprido balcão e é nele que a gente se aperta e, em um dia de sorte, encontra um lugar pra sentar. Um lugar sem igual na cidade de São Paulo, já que além de delicioso, o hambúrguer raramente custa mais do que 10 reais.

  • Yucatan

Um dos melhores restaurantes mexicanos que já encontrei em São Paulo. A comida aqui é realmente tradicional, tem muitas opções de tex-mex, mas sempre com um tempero apimentado e caprichado, até a guacamole ganha uma versão especial aqui.

Fica bem localizado e talvez esse seja o principal agravante para a lotação máxima nas noites de quinta a sábado, então realmente vale a pena fazer reserva, que é sempre facilitada por eles, principalmente em caso de grupos grandes e festas. A decoração é engraçadinha e bastante rustica, um lugar sem frescura e excelente pedida para o happy hour com colegas do trabalho.

  • Capim Santo

A comida aqui é incrível, sem duvidas uma experiência muito boa para naturalistas ou apenas amantes da cozinha saudável e curiosos. Não estou acostumada a comer várias coisas da culinária natural, mas foi uma surpresa incrível descobrir este restaurante, já que todos os pratos são incríveis, criativos e deliciosos.

Fui em um fim de semana e funcionava no esquema de buffet, mas não sei como é normalmente. Têm muitas saladas, risottos e massas gostosas, o tempero de lá é o máximo. Mas claro que o que mais me segurou a querer voltar no Capim Santo foram as sobremesas, já que o brownie, o sorvete de canela e o de capim santo, foram os melhores que já experimentei.

  • Kadalora

Pizzaria nessa região é muito complicado, quem gosta de comer uma redonda gostosa, precisa não só ter cuidado com o sabor, mas principalmente com a entrega. São muitos os casos da pizzaria não realizar a entrega (bizarro, né?) e já ouvi varias historias de gente que pede a pizza e na hora de ir buscar na porta de casa, o motoboy é um assaltante, então fiquem espertos.

A Kadalora tem uma das pizzas mais caras da região, mas também um dos serviços mais responsáveis e de confiança. A melhor pra mim é a de hambúrguer com molho barbecue, mas são muitas as opções de sabores e o cardápio é sempre atualizado no site.

  • Joakin’s

Amo muito comer no Joakins, sempre acaba sendo uma ocasião especial, muito provavelmente pelo incrível ambiente alegre que a lanchonete proporciona. Realmente é um lugar pra encontrar amigos, a espera por mesa não é muito demorada e o estabelecimento raramente fecha antes das 4 da manhã, nem no natal eles param, então é uma ótima opção para quem deseja sanduíches incríveis, batatas fritas impecáveis e muitos pratos saborosos.

Na hora do almoço, seja paciente, pratos demoram mais do que sanduíches e o beirute acaba sendo o favorito das mulheres. A versão com rosbife é realmente impressionante, bem suculenta e com maionese então… Não tem pra nenhum outro.

  • Benjamin Abrahão

Essa padaria é famosa faz tanto tempo, que antes de eu nascer gerações da minha família frequentavam o espaço. Localizada numa tranquila rua próxima ao parque Buenos Aires e coladinha com a filial da faculdade europeia IED, a padaria do seu Abrahão é destino certo para um café da manhã incrível na região do Higienópolis.

A primeira vez que comi lá fiquei chocada, porque realmente achei que as coisas fossem muito caras, devido ao ar burguês e a fama internacional do renomado padeiro, mas para minha alegria e surpresa o que encontrei foram preços similares aos da Bella Paulista e não por coincidência… Uma fila de espera tão gigante quanto!

  • Butoh

Ouvir boa música e degustar uma culinária oriental de qualidade é a fórmula do proprietário para atrair uma clientela eclética e fiel. O cardápio ainda oferece combinados, temakis especiais e, para os dias frios, pratos como o champon butoh, uma sopa de frutos do mar, que são para mim, a parte mais gostosa da visita. O ambiente é extremamente tranquilo e agradável, é perfeito para ir com amigos na intenção de papear mais do que comer e sair correndo. Ficam tocando umas musicas meio moderninhas, mas não chega a atrapalhar nem mesmo um grupo animado.

Na hora da sobremesa, é impossível não pedir o sorvete de gengibre, bem apimentadinho e doce na medida certa, mais do que recomendo! Muita gente diz que esse restaurante é do Paulo Vilhena (?), mas essa informação eu já não garanto, hahaha.

 

Espero que vocês tenham gostado das dicas, experimentem e me desculpem por estar levando um tempo maior que o normal para responder e-mails, comentários e conversas lá da fanpage. Dia 29 eu volto com força total! Beijo e amanhã tem mais <3

1 Comentário sobre 85 Lugares Para Você Aproveitar Minhas Férias – 7